Alguns prefixos verbais em Latim

Um dos modos de formação dos verbos latinos consiste em inserir um prefixo no verbo, alterando seu sentido original.

Eis alguns prefixos freqüentes em Latim:

prefixo

exprime
com companhia
in movimento para dentro
ob oposição, encontro
prae movimento para a frente de
pro movimento para diante
re movimento contrário
sub movimento para baixo
trans movimento para além

Aplicando esses prefixos ao verbo fero (levar, trazer) temos os seguintes resultados em Latim:

prefixo derivado sentido próprio sentido figurado
com confero “amontoar” conferir
in infero “levar para dentro” inferir
ob offero “levar diante” oferecer
prae praefero “levar a diante” preferir
pro profero “levar para diante” proferir
re refero “levar para trás” referir
sub suffero “suportar” sofrer
trans transfero “levar de um lugar para outro” transferir

Como podemos verificar, na passagem do latim para o português o significado dos morfemas prefixais e do verbo fero praticamente se perdeu. Isto é, não há nada em conferir, inferir, oferecer, proferir, preferir e referir que, a princípio, indique a origem do verbo “levar” ou o sentido do prefixo usado na formação verbal!

Ainda bem que sobrou o “transferir” (e o Ronái) pra contar a história!!!  =)

(Os dados foram tirados de um verbete de formações verbais do Latim escrito pelo Paulo Ronái para o “Dicionário Gramatical Globo”.)

10 respostas para Alguns prefixos verbais em Latim

  1. Carla de Oliveira Amaral disse:

    O latim foi de suma importância na minha vida acadêmica.

  2. ótimo,muito interesante……….

  3. ivan disse:

    Sugestão de escuta a você, uma música em Latim:

  4. ivan disse:

    Achei interessante o site tal como o seu que apresentou letras de música em Latim.
    Muito bom,
    Ivan.

    Resposta:

    Eu acho que este comentário não se refere ao meu blogue. Ou o Ivan clicou no blogue errado, ou o WordPress anda meio maluco.
    De qualquer forma, há este blogue no WordPress com letras de música em Latim!
    Atenciosamente,
    Thiago

  5. BARBARA disse:

    GOSTEI,MAS GOSTARIA QUE SE FOSSE POSSIVEL MAS EXPLICADO

    Resposta:

    Bárbara,
    Ok, até dá pra explicar mais coisas (sempre dá!) mas… o que é que você quer que eu explique a mais?
    Gostei do seu comentário, mas gostaria que, se possível, fosse mais explicativo! =)

    Abraços,
    Thiago

  6. ivan disse:

    O LATIM NA INFORMÁTICA

    Antônio Carlos Campolina *

    Com início na década de 50, a informática se tornou uma espécie de “gênero de primeira necessidade”.

    Tendo sido desenvolvida sobretudo nos Estados Unidos, portanto em inglês, é curioso constatar a utilização da semântica do latim (língua que, equivocadamente, dizem estar morta) para designar serviços e aparelhos ligados à internet.

    Vejamos alguns casos.

    Áudio (audire = ouvir) – Trata-se da primeira pessoa do presente do indicativo do verbo audire. Significa “eu ouço”.

    Computador (computare = contar, calcular) – A escolha desse nome se deve ao fato de os primeiros computadores terem sido máquinas destinadas a realizar, com rapidez e perfeição, as quatro operações.

    Deletar (delere = apagar, destruir, riscar do mapa) – Quem estudou latim se lembra da famosa frase de Catão: “Delenda Carthago” (Cartago deve ser destruída). Inexistente português antes da informática, o verbo deletar tem a mesma raiz da palavra delito. Os americanos tomaram o vocábulo diretamente do latim, pois em inglês se diz delete. Veja-se que a segunda pessoa do plural do presente imperativo do verbo latino delere tem exatamente essa forma: delete.

    Dígito (digitus = dedo) – Ao pé da letra, digitar é trabalhar com os dedos.

    Internauta (inter = entre + nauta = marinheiro, navegante) – A palavra internauta designa aquele que navega na internet.

    Monitor (monere = advertir, instruir, avisar) – O termo surgiu a partir do verbo monere, que também significa lembrar, recordar, trazer à memória. Veja-se: “Memento, homo, quia pulvis es et in pulverim reverteris” (Lembra-te, homem, de que és pó e em pó te hás de tornar). Ainda: “Monumentum est quod memoriae servandae gratia existat. (Monumento é aquilo que existe para conservar a memória).

    Mouse (mus = rato) Em Portugal o mouse é chamado de rato, mesmo. Em alguns países da Europa, é conhecido como cinzentinho. “Mus tarda non est.” (O rato atrasado não come).

    Vídeo (videre = ver) – É uma pura palavra latina: primeira pessoa do presente do indicativo do verbo videre, significando “eu vejo”.

    Virtual (virtus = força, “força moral”) – Significa potência, pois a palavra deriva de vis e de vir. Pela expressão latina “vis maior” entende-se “força maior”.

    Vírus (virus = vírus, veneno) – Em informática, é um programa propositadamente criado para danificar ou mesmo destruir os dados armazenados na memória de um computador.

    Voltando à palavra internauta, vê-se que do elemento nauta vem o vocábulo náusea, ou seja, o enjôo provocado pelo balanço do mar. É por isso que por aqui vou encostando o meu barco.

    * Antônio Carlos Campolina
    Professor de Latim, autor do livro S.P.Q.R.-Latim Jurídico

    Resposta:

    Ivan,

    Obrigado pela contribuição! =)
    Um abraço,

    Thiago

  7. ivan disse:

    Eu gostaria de sugerir um site sobre autores latinos:
    http://www.thelatinlibrary.com/index.html

  8. ivan disse:

    O Latim ´e uma lingua importante para o aprendizado do Portugues, embora sejam linguas diferentes. Nas escolas, a catastrofe ´e geral. Acho que voltaremos aos grupos seletos, as Tertulias.
    Um abraço,
    Ivan.
    PS: Desculpe-me pela falta de acentos, ´e que meu PC ´e um pouco temperamental.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: