Ligações entre o Russo e o Sânscrito

Nesta minha postagem sobre o Samdhi Consonantal em Sânscrito um leitor propôs que eu fizesse uma comparação entre o Sânscrito e o Russo. Achei a idéia bacana tendo em vista as duas línguas serem indo-européias. Já comecei a fazer a comparação, baseado na “lista grande” de Swadesh (a com 207 lexemas). Como está trabalhoso e talvez eu demore um bocado, pedi autorização ao Erick Fiszuk para publicar a tradução feita por ele de um texto em esperanto comparando os dois idiomas.

Os eventuais interessados na comparação entre as duas línguas podem ir se divertindo com este texto. A minha lista saí um dia. Prometo! =)

O site do Erick é este aqui e tem, além do texto em português, a versão em esperanto baseada no original inglês.

Ligações entre o Sânscrito e o Russo

Se me perguntassem sobre duas línguas no mundo parecidas uma com a outra, eu responderia sem qualquer hesitação: “russo e sânscrito”. Isso não é porque algumas palavras de ambas as línguas se parecem, como também é o caso de muitas línguas que pertencem à mesma família. Por exemplo, palavras comuns são encontradas no latim, no alemão, no sânscrito, no persa e no russo, que são originados do grupo indo-europeu de línguas. É admirável que se pareçam a estrutura das palavras, o estilo e a sintaxe, também havendo relações mais próximas entre as regras gramaticais de nossas duas línguas — isso causa a séria atenção de todo o conhecedor de lingüística que deseje saber muito mais sobre as ligações próximas que apareceram já em um passado remoto entre os povos da URSS e da Índia.

Palavra universal

Pegue, por exemplo, a mais famosa palavra russa deste século: “sputnik”. Ela consiste de três partes: (a) o prefixo “s”, (b) o radical substantivo “put” e (c) o sufixo “nik”. A palavra russa “put” 1 é comum a muitas outras línguas da família indo-européia, nomeadamente a palavra inglesa “path” e a palavra sanscrítica “path”. E totalmente! A similaridade entre o russo e o sânscrito continua, até o último grau. A palavra sanscrítica “pathik” significa “pessoa que vem seguindo um caminho”, isto é, “viajante”. A língua russa pode formar também as palavras “putik” 2 e “putnik”. E a parte espantosa da história da palavra “sputnik” é que “sa” ou “s” deve ser adicionado como prefixo em sânscrito e em russo para formar as palavras “sapathik” em sânscrito e “sputnik” em russo. Ambas as línguas têm o mesmo significado lógico para suas palavras: “pessoa que vem pelo mesmo caminho” 3. Tenho que agradecer ao povo soviético pela escolha de palavra tão internacional e universal.

Quando vim para Moscou, a empregada do meu hotel deu-me a chave do quarto n.° 234 e disse: “Dwesti tridtsat chetire” 4. Naquele momento não pude decidir se eu estava de pé diante de uma senhorita bonita em Moscou, ou na Benares ou na Ujjain de nosso período clássico mais de 2000 anos atrás. Em sânscrito, 234 é “Dwishat tridasha chatwari”. Pode, em algum lugar, existir relação mais próxima? É duvidoso que ainda existam duas línguas diversas que conservaram uma antiga herança e se assemelhem tanto na pronúncia até os dias de hoje. Tive a oportunidade de visitar a vila de Kachalov, cerca de 25 quilômetros de Moscou, e fui convidado para almoçar junto a uma família russa de agrônomos. A velha senhora apresentou-me um jovem casal, dizendo em russo: “On moy seen i ona moya snokha” 5. Como eu desejei fortemente que Panini, o grande gramático hindu que viveu cerca de 2600 anos atrás, pudesse estar junto de mim e ouvisse a língua de seu próprio tempo, tão admiravelmente conservada com todas as suas nuanças possíveis nesta parte do mundo. A palavra russa “seen” 6 é “son” em inglês e “sooni” em sânscrito. Também a palavra “madiy” do sânscrito pode ser comparada a “moy” 7 do russo e a “my” da língua inglesa. Mas somente em russo e em sânscrito o pronome possessivo “moy” e “madiy” deve transformar-se em “moya” e “madiya”, pois trata-se da palavra “snokha”, que é feminina. A palavra russa “snokha” é “snukha” em sânscrito e pode ser pronunciada da mesma forma. As relações entre o filho e a esposa do filho definem-se por palavras similares em ambas as línguas.

Perfeitamente correto

Eis outra frase russa: “Tot vash dom, etot nash dom” 8. Em sânscrito ela fica: “Tat vas dham, etat nas dham”. “Tot” e “tat” são pronomes demonstrativos, singulares em ambas as línguas e que mostram o objeto da distância. É sempre o mesmo princípio em russo e em sânscrito. “Dham” em sânscrito é “dom” em russo, possivelmente porque o “h” aspirado não existe em russo.

As línguas modernas do grupo indo-europeu, como o inglês, o francês, o alemão e até mesmo o hindi, que provém diretamente do sânscrito, devem usar a palavra “ser” na referida frase, sem a qual ela não pode existir como proposição correta em todas essas línguas. Somente a língua russa e o sânscrito estão perfeitamente corretos gramaticalmente e também idiomaticamente sem “ser” na referida frase. A própria palavra “ser” 9 se parece muito à russa “est” e à sanscrítica “asti”, ou ainda “estestvo” em russo e “astitva” em sânscrito, ambas significando “existência” 10. Isso deixa claro que não somente a sintaxe e a ordem das palavras são semelhantes, mas a própria plenitude de expressão e o espírito foram conservados em ambas as línguas em uma forma original sem modificações.

Permitam-me dar, no fim do artigo, uma regra simples e muito útil da gramática de Panini para mostrar o quão profundamente ela é aplicável para a formação de palavras no russo. Panini mostrou de que maneira seis pronomes transformam-se em advérbios de tempo pela simples adição de “-da”. Atualmente, a língua russa tem apenas três das seis palavras do sânscrito de Panini, mas elas seguem a mesma regra de 2600 anos para receberem seus advérbios de tempo. Ei-las:

Pronomes

Significados

kim

quem

tat

esse

sarva

todo

Advérbios:

Sânscrito

Russo

Significado

kada

kogda

quando

tada

togda

então

sada

vsegda

sempre

A letra “g”, nas palavras russas, usualmente é usada para mostrar a união, em um todo, de coisas que existem separadamente. Nenhuma língua indiana ou européia mostra essa capacidade de conservar o antigo sistema de nossas línguas, apenas o russo o faz. Já é tempo de fortalecer a investigação de ambos os ramos, importantíssimos, da família indo-européia, e alguns capítulos fechados da história antiga do mundo devem ser abertos para o bem de todos os povos.

Notas do tradutor esperantista:
1 Mais precisamente “путь”, que significa “caminho”. [Para maior comodidade e fidelidade, optei por substituir as transcrições de palavras russas na grafia esperantista pela sua forma original em cirílico (N. do T. português).]
2 Conforme a gramática russa, esta palavra significa “pequeno caminho”, “caminhozinho”, mas ela nunca é usada.
3 Em esperanto, “samvojano”. [Esta palavra, em português, não tem uma tradução exata, podendo ser toscamente transliterada por “companheiro de jornada” (N. do T. português).]
4 Mais precisamente “двести тридцать четыре”.
5 Mais precisamente “Он мой сын и она моя сноха”, que significa “Ele é meu filho e ela é minha nora”.
6 Filho.
7 Meu.
8 “Aquela é a vossa casa [ou “Aquela é a casa de vocês” (N. do T. português)], esta é a nossa casa”.
9 No original inglês, “is”.
10 A palavra russa “estestvo” significa “essência”, “natureza”.

5 respostas para Ligações entre o Russo e o Sânscrito

  1. ivan disse:

    Olá, Thiago, tudo bem?
    Estou sempre por aqui, observando o que acontece. Tenho gostado das ampliações que tem feito.
    Abraços
    Ivan

  2. ivan disse:

    Sim, pode mandar.
    Bom, eu só tenho de agradecer-lhe por tudo isso.
    Obrigado,
    Ivan

  3. ivan disse:

    Você sumiu, Thiago, muito trabalho? Eu imagino.

    Resposta:
    Ivan,
    As aulas na USP acabarão dia 5 de julho! Estou em período de provas e entregas de trabalho. Por isso não tenho escrito no blogue!
    Quanto a comparação lexical do sânscrito e do russo (que você havia sugerido há muito tempo), eu peguei a Lista de Swadesh no Wikipedia em Inglês e Russo, inclui o Lituano por solicitação de um colega de trabalho! Essas três línguas já estão com a lista completa, do Sânscrito eu colhi umas 100 palavras das 207 da lista.
    Falta:
    1. Passar o Russo pro alfabeto latino, pra facilitar a leitura de quem não compreende cirílico.
    2. Completar os lexemas do Sânscrito, em devanagari e alfabeto latino.
    3. Escrever alguns breves comentários sobre a comparação.
    Agora, eu devo partir em julho pra Bolívia e para o Peru, por um mês, com alguns amigos. Talvez eu não tenha tempo de acabar a comparação e é provável que eu só poderei postar essa comparação em agosto (até pq eu vou pedir para uma amiga revisar o Russo pra mim!)
    Você quer que eu lhe mande o que eu já tenho feito via e-mail, só pra você ter algum acesso (ainda que falho e parcial) às informações?

    Abraços,
    Thiago

  4. ivan disse:

    A Lexologia Comparada é uma das minhas paixões.
    Abraços,
    Ivan.

  5. ivan disse:

    Bastante interessante este texto. Parabens pela sua iniciativa.
    Obrigado,
    Ivan.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: